O impacto dos relacionamentos
Buscar
  • Nortus

O impacto dos relacionamentos


Quando observamos a linha de desenvolvimento da espécie humana, percebemos que a nossa estrutura cerebral vem se adaptando e se aprimorando a cada era. Percebemos, também, que o cérebro possui uma função essencial que independe da era que está sendo vivida: ele nos coloca em movimento para agirmos em direção à sobrevivência (individual e da espécie).

A necessidade essencial de qualquer ser vivo é sobreviver, e esse processo é biologicamente comandado pelo cérebro. Considerando a complexidade da era na qual vivemos atualmente, o que significa para cada um de nós “sobreviver”? De acordo com a forma de pensar e interagir no mundo pode significar algo diferente para cada pessoa. As percepções sobre o que significa estar vivo podem ser diferentes, mas existe o lugar-comum para todo o ser humano: enquanto agimos para continuarmos vivos, vamos sendo impulsionados para o bem-estar.

Para estarmos vivos e bem, precisamos atender três tipos básicos de necessidades: físicas, afetivas e intelectuais. As estruturas do cérebro responsáveis por essa modulação são respectivamente: sistema reptiliano, límbico e neocórtex. Quando estamos doentes, podemos procurar um médico para nos curar (necessidades físicas); quando estamos tristes, podemos recorrer a um familiar ou a um amigo para nos dar afago e cuidado (necessidades afetivas); quando não sabemos algo, podemos ler um livro podemos solicitar ajuda a um professor (necessidades intelectuais).

Você já se deu conta de que o fato de vivermos em grupo facilita que essas necessidades sejam atendidas? Precisamos uns dos outros para nossa sobrevivência e nosso bem-estar. Essa constatação sobre a forma como suprimos nossas necessidades – interagindo uns com os outros – nos diz algo bastante importante: os relacionamentos podem impactar, positiva ou negativamente, no processo de continuidade das nossas vidas. Um relacionamento com impacto positivo, portanto, é o tipo de relacionamento que acontece de forma sustentável e quando compreendemos a importância de colaborar uns com os outros. Relacionamentos sustentáveis geram processos harmônicos e contribuem para resultados ainda mais satisfatórios. Como estão nossos relacionamentos: na família, na empresa, na escola, no grupo social ou em qualquer outro contexto que nós interajamos? Esses relacionamentos são sustentáveis e impactam positivamente para atender as necessidades de todos?


20 visualizações