NeuroTrainingLab já é realidade no Brasil
Buscar
  • Equipe Nortus

NeuroTrainingLab já é realidade no Brasil


"Toda e qualquer organização deveria estar interessada em como extrair o melhor de nossos cérebros. Nossas sociedades estão evoluindo para se tornarem sociedades baseadas em conhecimento e em serviços, e o conhecimento não pode estar desconectado do indivíduo”, afirma, o idealizador do NeuroTrainingLab, o Ph.D Steven Poelmans.

O NeuroTrainingLab é uma experiência interativa, com base nas neurociências, que auxilia no desenvolvimento das metacompetências de liderança: gestão de informação, gestão de pessoas, gestão de mudanças, gestão das emoções e gestão do tempo. Em entrevista, Poelmans conta um pouco da trajetória do NeuroTrainingLab, que também está em plena atividade na Espanha, Chile, Peru, Bélgica e, agora, no Brasil, em parceria com a Nortus, que é uma empresa referência em soluções para a gestão contemporânea.

Como foi criado o NeuroTrainingLab? Eu, pessoalmente, acredito que as escolas de gestão muitas vezes falham em desenvolver liderança. Você não pode desenvolver a liderança falando sobre ela em uma sala de aula. Você a desenvolve ao agir, ao corrigir e tentar novamente até que você acerte. Tenho ensinado há um bom tempo em algumas das grandes escolas de negócio do mundo usando o método de casos.

Numa ocasião, um dos estudantes levantou a mão durante uma discussão de caso e disse: "Se eu estivesse nessa situação, eu faria isso, isso e isso! Eu falaria com o gerente de RH e lhe diria claramente para que ele entenda o que está acontecendo!" Ele estava ficando muito nervoso. Então, eu disse: "Okay, façamos! Você é você, e essa moça aqui na sua frente será a gerente de RH. Conversem." Para a minha grande surpresa, ele não conseguiu fazê-lo. Começou a gaguejar, a procurar por palavras, e foi ofensivo com a outra pessoa. Foi então que percebi que, sim, o método de casos é um grande passo à frente no modo como ensinamos a liderança, mas precisamos de uma simulação, precisamos de role-plays, onde as pessoas consigam realmente realizar o que têm em mente.

Ph.D Steven Poelmans durante o lançamento do NeuroTrainingLab no Brasil, realizado pela Nortus

O que é feito no NeuroTrainingLab?

O que fazemos no NeuroTrainingLab é conscientemente criar um ambiente estressante para ver como as pessoas reagem. Trabalhamos com atores que responderão de modo emocional para ver como líderes lidam com essas emoções. Eles terão que confrontar situações que são desafiadoras e que necessitam do seu interesse em resolver problemas, e também em construir relacionamentos e confiança. Precisarão intermediar conflitos e demonstrar a sua liderança.

Do outro lado do vidro espelhado, nós estaremos lhes observando e, por meio do uso de um software especial, registraremos tudo o que está sendo dito, como está sendo dito e quando está sendo dito. Ao mesmo tempo, usa-se um headset especial para medir a atividade eletroencefalográfica. Podemos conectar, momento a momento, as ações com o que está acontecendo no cérebro em tempo real. Logo após realizar o exercício, nós lhes damos um feedback para que aprendam o que fizeram bem e o que podem fazer melhor da próxima vez. Uma semana depois, recebem um relatório completo da sua sessão no NeuroTrainingLab.

Como funciona o NeuroTrainingLab?

O NeuroTrainingLab é aprendizado na prática. Muitos gestores têm a satisfação de passar pelo NeuroTrainingLab porque estão cansados de receber conhecimento de uma forma clássica. Para dar-lhe uma ideia, imagine que você está participando de um programa de desenvolvimento e, dias antes, você recebe um caso e você precisa ler uma história. Agora, você precisa se preparar. Não apenas para discuti-la na sala de aula, mas para executá-la em uma interação com um ator especialmente treinado. Você terá que confrontar situações que são desafiadoras, e que necessitam do seu interesse em resolver problemas e também em construir relacionamentos e confiança.Você precisará intermediar conflitos demonstrar a sua liderança em um contexto em particular.

E do outro lado de uma janela espelhada, nós estaremos lhe observando e por meio do uso de um software especial no qual registramos tudo o que você diz, como você diz e quando você diz. Ao mesmo tempo, você usará um headset especial para medir a sua atividade eletroencefalográfica. Podemos conectar a qualquer momento as suas ações com o que estava acontecendo no seu cérebro em tempo real no momento específico. Logo após realizar o exercício nós lhe daremos um feedback, para que aprenda o que fez bem e o que pode fazer melhor da próxima vez.

Quem pode passar pelo NeuroTrainingLab?

Essa metodologia é direcionada a uma grande gama de profissionais, desde gestores de equipes e departamentos de empresas ou divisões que querem desenvolver as suas habilidades de liderança.

Nesse sentido, independentemente de como eu sou, como eu lidero, o NeuroTrainingLab pode ser bom para mim?

Exatamente. Porque, no fim, isso é o que importa. Você precisa conseguir agir. Não só agir, mas agir sob pressão. É então que, frequentemente, o nosso conhecimento muito abstrato de como fazer as coisas falha, porque ficamos bloqueados e as emoções nos controlam. Podemos ter pessoas mais racionais, mais conceituais, ou pensadores estratégicos. Podemos ter pessoas que tem uma abordagem mais processual, outras que têm foco em pessoas, em socializar.

Todos esses estilos podem se beneficiar com o NeuroTrainingLab, pois quando as pessoas possuem um estilo mais emocional e social, lhe daremos feedback sobre como ser diretivo, ou, às vezes, ligeiramente autocrático, pode ser muito útil em certas situações. Então, é isso o que elas precisam desenvolver. Elas receberão feedback sobre como podem desenvolver os seus níveis de empatia, diálogo chegar a um compromisso em uma negociação ganha-ganha.O que promovemos no NeuroTrainingLab é um estilo de liderança paradoxal. É ser capaz de transitar entre os diferentes estilos em função das necessidades da pessoa ou da situação em particular.

O que pode ser mensurado em relação à liderança?

Estimamos a performance de liderança olhando as competências, que são comportamentos observáveis associados à alta performance e que podem ser traduzidos em indicadores específicos para verificar se o que está sendo feito está sendo feito do jeito certo. Também medimos os níveis de metacognição, que é a capacidade de olhar a si mesmo por meio de uma terceira perspectiva enquanto você conversa com alguém. Descobrimos, no NeuroTrainingLab, e essa é a nossa maior descoberta, que a metacognição é um dos melhores indicadores de liderança.

Após oito anos observando líderes no NeuroTrainingLab, entendemos que existe um paradoxo. O que sabemos de pesquisas na neurociência é que existem dois circuitos neurais diferentes que podem ser ativados. De um ponto de vista biológico, estes circuitos não podem ser ativados simultaneamente. É impossível ativar circuitos com propósitos diferentes ao mesmo tempo. Grandes líderes alternam entre comportamentos paradoxais como se fosse a coisa mais normal do mundo. Eles se autorregulam para alternar entre essas atividades contraditórias e antagônicas. Por meio do NeuroTrainingLab, é possível identificar o que precisa ser desenvolvido para se autorregular como os grandes líderes fazem naturalmente.

Qual o conselho você deixaria para as organizações?

As organizações que primeiro desenvolverem a capacidade de coletar, armazenar, aplicar ou enriquecer dados de alguma forma, para melhorar a performance e o bem-estar serão as líderes estratégicas do futuro. Não há como escapar. Toda e qualquer organização deveria estar interessada em como extrair o melhor de nossos cérebros. Nossas sociedades estão evoluindo para se tornarem sociedades baseadas em conhecimento e em serviços, e o conhecimento não pode estar desconectado do indivíduo. Se cuidarmos da pessoa, cuidaremos do conhecimento. Se cuidarmos da pessoa cuidaremos do serviço que ela pode realizar.

Assista em nosso canal: Neurociências aplicadas à liderança

#Liderança #Resultados #Produtividade #liderançadeequipe #estruturaçãodeequipes #Altaprodutividade #Altaperformance #Lederança

41 visualizações