O alto custo dos gestores despreparados
Buscar
  • Gilberto de Souza

O alto custo dos gestores despreparados


Uma análise para mudar a vida de diretores que estão cansados de acumular funções

A reflexão que proponho neste artigo começa a partir da seguinte situação: imagine um diretor que não consegue exercer a sua função pois é acionado toda hora para resolver problemas que os seus gestores deveriam estar resolvendo com a equipe.

Enquanto os gestores devem cuidar da execução dos processos, a função do diretor é analisar o contexto em que a empresa está inserida, analisar se o caminho seguido está correto e antecipar possíveis problemas.

Contratar, demitir, treinar e capacitar pessoas e fazer gestão de conflitos dos integrantes da equipe ou entre os departamentos e pares — tudo isso são ações que devem ser realizadas por gestores. O diretor tomar essas ações para si só acontece pois os gestores de sua equipe não estão devidamente preparados (técnica e comportamentalmente) para fazerem, de fato, gestão.

Um diretor de uma indústria que utiliza água em seu processo de produção deveria estar analisando as condições hídricas e deveria estar fazendo perguntas como: temos água o suficiente para produzir o que produziremos daqui a dez anos? Será que esta região é propícia para isso? Será que nós teremos pessoas o suficiente nos próximos anos a frente? Será que nós teremos, aqui, uma boa condição de distribuir os nossos produtos?

Um diretor comercial deveria estar analisando o seu mercado e pensando: quais serão as possíveis necessidades dos nossos clientes nos próximos dez anos? Será que o nosso modelo de fazer negócios é um modelo que ainda atende o mercado como ele é hoje? Será que este modelo atenderá o mercado nos próximos cinco anos?

Tempo para ser estratégico

Estes são apenas alguns exemplos de questões que deveriam ser pensadas por diretores que olham para o contexto e antecipam possíveis problemas que possam acontecer. A função do diretor é ser estratégico. É ter tempo para pensar. Se toda hora o diretor precisar resolver problemas que os seus gestores deveriam estar resolvendo, ele não será produtivo.

Muitas vezes, atendo diretores que estão cansados; exaustos, na verdade. Além de fazer o trabalho dos seus gestores, também têm que fazer o seu, geralmente no final do dia e no final de semana. A pessoa se sente improdutiva, frustrada em relação a tudo o que poderia realizar, e, principalmente, frustrada por não exercer a sua função: que é a de antecipar.

Conheça a Formação que já transformou mais de 500 gestores pelo Brasil

Diretores bem preparados se antecipam aos próximos cenários e aos próximos movimentos que o mercado fará. E eles não conseguirão fazer isso se estiverem envolvidos na operação.

Desenvolver-se sempre

Muitos diretores nesta condição me perguntam: "Gilberto, como é que eu, como diretor, vou ter tempo para ser mais estratégico?"A minha resposta é: você precisa desenvolver um time de gestores capazes e potentes. Capacite os seus gestores para que eles possam fazer a função de gerenciar as equipes, de resolver problemas com os pares e de resolver problemas com os clientes e fornecedores.

Deste modo, a função do diretor será muito mais a de analisar se estamos indo na direção correta e se estamos fazendo os ajustes necessários para possíveis problemas que teremos nesta estrada, assim como quem olha quilômetros a frente.

Termino este artigo propondo uma reflexão: o seu time de gestores está devidamente preparado para lhe deixar fazer simplesmente a sua função — contribuir com o direcionamento da organização?

Baixe a ferramenta para auxiliar sua reflexão.

Gilberto de Souza é sócio-fundador da Nortus e educador. Há mais de 20 anos atua na preparação de líderes. Ministrou palestras e cursos em eventos para mais de 200.000 pessoas e é co-autor do livro Organizações auto-organizadoras (2016), escrito em parceria com o médico neurocirurgião Francisco Di Biase. É Instrutor na FGC - Formação em Gestão Contemporânea da Nortus.

Leia também: Por que as falhas acontecem?

#gestão #altodesempenho #equilíbrio #diretor #direçãoestratégica #tempo #estratégia

0 visualização