Como desenvolver soft skills e se tornar um profissional ainda mais relevante




No artigo anterior sobre soft skills, vimos a importância das habilidades comportamentais para a ascensão na carreira profissional. O primeiro passo para desenvolver soft skills é saber quais são os seus próprios desafios nesta área. Para isso, é necessário olhar para si e identificar as lacunas existentes.


Fique atento aos incômodos, às situações de desconforto, a tudo aquilo que exige de você energia e esforço. Chamamos essas experiências de notificações de desenvolvimento. É como se, a cada situação desconfortável, você estivesse sendo convidado a se desenvolver em alguma habilidade que ainda lhe falta aprimorar ou, em alguns casos, fortalecer.


Se você, diante de uma reunião, sente-se travado, como se não conseguisse expressar seu próprio potencial, e tem dificuldade para lidar com conflitos, essas são boas pistas de que é necessário investir tempo e atenção no desenvolvimento das soft skills.

Autoconhecimento como caminho


Flagrar-se em situações incômodas é o primeiro passo para começar a desenvolver as soft skills. É partir daí que é possível desenvolver algumas capacidades essenciais ao gestor contemporâneo:


  • De construir uma blindagem emocional que lhe permita pensar com clareza, lidar com os desafios com serenidade e de se posicionar em qualquer contexto;

  • De mobilizar as pessoas de sua equipe e influenciar pares e superiores para a entrega de resultados com leveza e fluidez;

  • De se comunicar assertivamente em reuniões, independente do nível hierárquico ou do número de pessoas presentes;

  • De ter alto desempenho, ao mesmo tempo em que se relaciona bem com colegas, líderes e liderados, e mantém a saúde física e mental em harmonia.

No curso on-line ao vivo que ministrarei em dezembro pela Nortus, falaremos bastante sobre o processo de autodesenvolvimento. O objetivo é apresentar aos participantes um passo a passo para que consigam chegar na autotransformação. A partir da autoaplicação de ferramentas de coaching, é possível experimentar mudanças e manifestar novos comportamentos, ou seja, novas habilidades comportamentais.

Este nosso contexto histórico pede por mudanças verdadeiras em nosso pensar, sentir e agir. É tempo de descobrir e fortalecer o seu propósito.

Fica aqui o meu convite para que você possa refletir sobre a sua verdadeira contribuição e sobre seus valores essenciais e, assim, alinhar o pensar, o sentir e o agir em todas as dimensões de sua vida.


Luciana Sutti é sócia-executiva da Nortus e educadora referência em desenvolvimento de competências comportamentais. Atua como educadora da Formação em Gestão Contemporânea e como observadora sênior do NeuroTrainingLab. É coach executiva e de carreira pelo ICI, com formação internacional reconhecida pelo ICF. Estuda e pratica mindfulness desde 2004.



55 visualizações